Saturday, July 23, 2011

Amores Inventados



Quero amores inventados,
Beijos roubados,
E romances enlatados.
Quero a sensação fugidia,
De amores eternos,
Que só duram um dia.
Quero a liberdade do momento,
Distantes pensamentos,
Emoções que eu invento.
Quero o sentimento fugaz,
Das paixões e galanteios,
Que a vida leva e traz.
Quero a música que alucina.
A embriaguez que me domina,
A paixão que fascina.
Quero a sensualidade e a loucura,
Desejos e prazer,
n a insensatez que dura.
Quero na vibração do anoitecer,
Sentir,
A exuberância de viver.
Michelle Trindade

19 comments:

Natália Rocha said...

'Quero na vibração do anoitecer,
Sentir,
A exuberância de viver.'

Mais que perfeito, encantador!
Muito bom vir aqui te ler!

beeijo, querida!

Bom domingo e ótima semana pra ti!

Felipe Wagner said...

Intenso... bem interessante! adorei!!
bjss e obrigado pela visita!!!

Folhetim Cultural said...

Olá sou Magno Oliveira responsável pelo Blog Folhetim Cultural, convido lhe hoje a conhecer o nosso blog, que tem além de notícias, tem também atrações culturais. Como poesia, contos, crônicas e muito mais...
Conto com sua visita no nosso espaço.

Blog: informativofolhetimcultural.blogpost.com
E-mail: folhetimcultural@hotmail.com
Twitter: @folhetimcultura e @oliveirasmagno

said...

eu quero muito amor!!! lindooo

Majoli said...

Oi Michelle, brigadinha pelo carinho de sua visita ao Rabiscos.
Vim conhecer teu blog e amei sua poesia.
Ando inventando amores...rsrs.

Beijos de boa noite.

Mateus Medina said...

É a famosa "fome de viver", e com que intensidade...

De vez em quando é mesmo bom "jogar tudo pra cima" e simplesmente sentir explodir esse turbilhão todo...

bjos

O Profeta said...

Calcei luvas, branca e negra
Afastei os braços ao abraço
Encontrei um pássaro feliz
As uvas são amargas no Mês de Março

Anos, dias, vidas que se perdem da vida
Voltaram com o Sol as Andorinhas do Mar
Quantas vagas correram adiante
Quantas perdidas penas entre o partir e chegar

E as pedras da ilha…
As pedras da ilha não têm idade
Não tem limite o amor quando é amor
Não tem medida a extensão da saudade

Doce beijo

Meire said...

Oi flor, mega intenso seus versos. A paixão nos traz tudo isso e mais um pouco. :)
Parabéns menina, vc arrasa! Ah e adoro seus coments lá no meu canrinho!

Que sua semana seja iluminada, bjokitas com carinho!

Majoli said...

Oi Michele, vim te desejar um delicioso dia.
Beijos no coração.

Natália Rocha said...

Passando pra te desejar uma boa tarde, Michelle.

beeijo*

♫ ♪ Wilson Miguel ♫ ♪ said...

Oi Michelle!

Amei os teus versos! Sentimentos intensos por aqui...

Um abraço carinhoso e que a paz permaneça em seu coração

Deus seja contigo

Álvaro Lins said...

Acho que todos queremos:)!
Gostei.
Bjo

JuniorPoltergeist said...

me envolvi em tuas escritas, me achei na multidão.
muito obrigado por me fazer sentir assim.
Parabéns, bj, estou lhe seguindo.

Dois Rios said...

Os pontos e contrapontos da vida.

Queres bem, Michelle!

Certamente haverás de conseguir.

Beijo,

Inês

。♥ Smareis ♥。 said...

Que lindo essa poema. Muito intenso com fome de vida. Amei! Um beijo e ótimo fim de semana. Smareis

A.S. said...

Michele,

Ah! sim... a vida é para ser vivida intensamente, como se cada minuto fosse o último!...
É um doce fascinio caminhar junto dos abismos, sentir a emoção do risco, viver nos limites!
Se assim não for, não se vive... apenas se existe!...


Beijos!
AL

Jose Ramon Santana Vazquez said...

...traigo
sangre
de
la
tarde
herida
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


COMPARTIENDO ILUSION
MICHELLE

CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...




ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE TOQUE DE CANELA ,STAR WARS, CARROS DE FUEGO, MEMORIAS DE AFRICA , CHAPLIN MONOCULO NOMBRE DE LA ROSA, ALBATROS GLADIATOR, ACEBO CUMBRES BORRASCOSAS, ENEMIGO A LAS PUERTAS, CACHORRO, FANTASMA DE LA OPERA, BLADE RUUNER ,CHOCOLATE Y CREPUSCULO 1 Y2.

José
Ramón...

guímel said...

Tudo por um momento. Como a vibração do anoitecer!
Lindo Michelle!

Beijos meus

O Profeta said...

Sonhei com uma estrela do céu
Sonhei-a vivendo no meio do Mar
Sonhei com a verdade de uma palavra
Soletrei sete vezes a palavra amar

Neste sonho vi uma árvore triste
Pensei em sete coisas impossíveis de fazer
A primeira era voar com as nuvens
A ultima sobre as águas de um Lago correr

E vi pássaros de cores nunca vistas
Refulgentes lírios de ouro de lei
Apenas uma hortênsia me pareceu ali perdida
Vi palpitantes borboletas e o coração calei

Mágico beijo